Topo da página
Área Reservada
Search

Projetos Cofinanciados

 


 

Designação do projeto | Otimização do Tratamento Mecânico e Biológico (TMB) de Beja e Évora 
Código do projeto | POSEUR-03-1911-FC-000089
Objetivo principal Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos
Região de intervenção Alentejo Central
Entidade beneficiária Gesamb – Gestão Ambiental e de Resíduos, EIM


Data de aprovação | 09-11-2017
Data de início 01-09-2015
Data de conclusão 30-09-2019
Custo total elegível 539.631,30 EUR
Apoio financeiro da União Europeia/Fundo Coesão 458.686,60 EUR
Apoio financeiro público nacional/regional 80.944,70 EUR

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos | TMB de Évora: Ampliação da cabine de volumosos e instalação de aspirador de plástico filme na cabine de controlo de qualidade; Instalação de uma Unidades de compostagem de verdes. TMB de Beja: instalação de tremonhas e cubas na plataforma de volumosos, ampliação das cubas dos materiais separados nos óticos, reforço de contentores para receção e armazenamento de materiais recicláveis. ET de Vila Ruiva: Instalação de dois contentores de 30m3 para resíduos verdes.  Estas ações têm como objetivos principais o aumento da recuperação de materiais ressicáveis nos TMB e redução da deposição em aterro.
Comtempla ainda uma ação de promoção da prevenção da produção de resíduos através da distribuição de compositores domésticos.


 


 

   


 

 

Designação do projeto | “Para amanhã sorrir vamos hoje prevenir”

Código do projeto | POSEUR-03-1911-FC-000119

Objetivo principal | Sensibilização e educação ambiental na temática da prevenção da produção de resíduos.

Região de intervenção | Alentejo Central 

Entidade beneficiária | Gesamb – Gestão Ambiental e de Resíduos, EIM

 

Data da aprovação | 22-01-2018

Data de início |  05-05-2017

Data de conclusão |  29-02-2018

Custo total elegível |  117.380,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia | Fundo de Coesão - 99.773,00 EUR

Apoio financeiro público nacional/regional | 17.607,00 EUR

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos: Sensibilização e educação ambiental na temática da prevenção da produção resíduos, ao nível da promoção da compostagem doméstica, da separação na origem, da reutilização e da deposição seletiva de resíduos.  

 

 


 Designação do projeto Otimização e reforço da rede de recolha seletiva 

Código do projeto POSEUR-03-1911-FC-000076

Objetivo principal Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

Região de intervenção Alentejo Central

Entidade beneficiária Gesamb – Gestão Ambiental e de Resíduos, EIM / Município de Alandroal / Município de Reguengos de Monsaraz

Data de aprovação 26-10-2017

Data de início 01-01-2016

Data de conclusão 31-07-2019

Custo total elegível 1.194.111,88 EUR / Gesamb: 818.780,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia/Fundo Coesão 1.014.995,10 EUR / Gesamb: 695.963,00 EUR

Apoio financeiro público nacional/regional 179.116,78 EUR / Gesamb: 122.817,00 EUR

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos: 

Ações: Aquisição de 450 contentores (150 baterias) de superfície de 2,5 m3 e 30 contentores de superfície de 5m3; Aquisição de contentores de 30 m3 e 10 m3; Aquisição de 3 viaturas de recolha seletiva e 1 atrelado de recolha seletiva de grandes capacidades (transporte em simultâneo de 2 contentores de 30 m3 e/ou 10 m3): Para os Municípios de Alandroal e Reguengos de Monsaraz está prevista a aquisição de ecopontos de 2,5 m3, ecopontos subterrâneos, contentores tipo vidrão" e aquisição de um veículo de 3.500 kg; Ações sensibilização junto da população em geral e entidades externas, nomeadamente escolas, pequenas empresas e associações, de forma a esclarecer e sensibilizar a população para os benefícios e importância da separação dos resíduos urbanos com vista a sua reciclagem. 

Objetivos: Reforço da rede de recolha de ecopontos até ao rácio de 200 habitantes por ecopontos em todos os municípios da área de intervenção da GESAMB; Implementar um serviço de recolha dedicada de resíduos de embalagem de papel/cartão, vidro e plástico e metal no setor não doméstico (pequenos produtores, produção diária de RU até 1.100 litros); Proporcionar aos municípios envolvidos a possibilidade de reforçar o sistema de recolha seletiva; Sensibilizar a população para a importância da recolha seletiva e reciclagem.